Ricardo Batista foi a grande revelação do fim-de-semana da Taça do Mundo em Lisboa. O jovem atleta português foi 12º entre boa parte a elite mundial. Também Melanie esteve a bom nível, fechando na 16ª posição.

A maioria das escolas de triatlo contactadas pela Triatl3ta não perderam jovens deste o início da pandemia, mas o número de federados caiu quase para metade.

Entrou em 2021 com o segundo lugar no Ironman 70.3 do Dubai e vai estrear-se na distância completa em Cascais. Leia a entrevista exclusiva na Triatl3ta.

Nem tudo são boas notícias, é verdade, mas o cenário é menos assustador do que podíamos imaginar. A pandemia cancelou provas, fechou piscinas, suspendeu treinos em grupo, obrigou os clubes a repensarem a sua atividade, mas ainda não colocou em causa a sustentabilidade das equipas.