Chegaram as férias de verão e para lhe fazer companhia nas tardes de praia chegou também mais uma edição da revista Triatl3ta carregada de interessantes conteúdos.

A edição número 11 da sua revista de triatlo “dá-lhe roda” e num “Pelotão de Apaixonados” faz uma viagem pelo tempo, transportando-o até ao dia 16 de Agosto de 2002, dia em que pela primeira vez se realizou o primeiro “Homem de Ferro” em Penha Garcia. Alfredo Teixeira, fala-nos da paixão que o moveu, das dificuldades que sentiu e deixa bem claro o orgulho que sente por ter sido o mentor da primeira prova que se realizou em Portugal numa distância 140.6.

Os Age Groups são nesta edição o tema central da revista. É clara a sua força e evidente a sua influência no crescimento da modalidade. Sobre eles ficamos a saber um pouco mais, bem como, com base no inquérito que a Triatl3ta fez, ficaremos a saber “Quem é o Triatleta Português”.

Age Groups Portugueses em Pontevedra
João Pereira

2020 está aí à porta e com eles a realização de mais uns Jogos Olímpicos. Tóquio 2020 está a menos de um ano de distância. Como estamos nós no que diz respeito a qualificações? A rúbrica “A Caminho de Tóquio” explica-lhe o atual panorama.

E o Clube Oriental de Lisboa foi quem visitamos nesta edição. No momento exato em que o seu grande impulsionador abraça um outro desafio, assumindo a direção de comunicação da FTP, Filipe Valente concede-nos uma última entrevista enquanto dirigente do Oriental e fala-nos com paixão do seu clube.

Triatletas do Clube Oriental
Instalações fabris da Onda

Fomos também visitar um dos primeiros parceiros do triatlo nacional. Com a marca “Onda” ao peito, conquistámos os mais relevantes pódios internacionais, entre eles a medalha de prata conquistada por Vanessa Fernandes nos Jogos Olímpicos de Pequim. Duarte Nuno Pinto, fundador e presidente da Onda amavelmente abriu-nos as portas da fábrica e ficamos a conhecer um pouco da sua história e ligação ao triatlo nacional.

A competição está presente nas várias provas que tiveram lugar no período de abril a junho. Reveja-se e partilhe.

Motivos não faltam para fazer da Triatl3ta a sua companhia de férias.

Bons treinos e umas boas e merecidas férias. Não esquecer, o descanso também faz parte do treino.